Seguindo-me

Páginas

sábado, 4 de janeiro de 2014

Se amar fosse escolher



Se amar fosse escolher eu escolheria você, que diz que me adora que faria de tudo para está ao meu lado, que me admira, me respeita, me entende me aceita exatamente como sou. Escolheria você, que diz que não me daria o céu, mais me acompanharia para contemplar as estrela, você que diz que estaria do meu lado nos momentos que mais precisasse, e que bastava apenas um sinal meu, pra vir correndo, me dar abrigo e aconchego, afetos e mimos.
Se amar você escolher eu escolheria você, que não desistiu de me ter no primeiro momento. Você que tantas vezes me convidou para ser feliz, e que me daria provas o suficiente que valeria a tentativa. E mesmo querendo disfarçar, eu sempre via em seus olhos, sinceridade, verdade, vontade de construir um castelo de sonhos real. Escolheria você que é meio desajeitado, que é fora dos padrões de minhas idealizações idiotas, Mas tem o que eu talvez não encontre em mais ninguém, olhos que brilham ao piscar e covinhas lindas ao sorrir.
Se amar fosse escolher eu escolheria você para ser o meu melhor pensamento do meu dia. Escolheria você para ter planos para depois de agora. Escolheria você para retribuir com tamanha ou maior intensidade todo carinho que sentir por mim. Escolheria sem medo algum de te abraçar e te receber na minha vida, como um presente precioso, feito para mim. Escolheria você que tantos dias chamei de amigo.   Se amar fosse escolher eu escolheria você.

2 comentários:

  1. E eu certamente também escolheria você, que aceitou me escolher como sou. Meu beijo.

    ResponderExcluir
  2. Amar trás leveza a alma. Gostei do blog.

    ResponderExcluir